[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive] Sobre GPTW
Logo Portal O POVO Online

Sobre GPTW

 

 

As melhores do Estado

A premiação do Great Places to Work Ceará reconhece as empresas com melhores ambientes de trabalho, traçando um perfil estrutural das companhias participantes e de como elas investem em seus funcionários.
 Chegando a sua quinta edição, o prêmio Great Place to Work (GPTW) edição Ceará alcançou várias regiões do Estado, contemplando empresas localizadas em Fortaleza, Sobral, Eusébio, Maracanaú, Missão Velha, Aquiraz, Pacajus e Russas. Segundo Raimundo Padilha, coordenador da premiação no Estado, o número de empresas participantes cresceu consideravelmente do início da premiação, em 2010, até hoje. “Na primeira, tivemos perto de 70 empresas inscritas; hoje, nós trabalhamos com mais de 100 empresas inscritas. Nesse período, teve um crescimento de mais de 50%”.

 Participar do GPTW e ganhar, para Padilha, significa uma forma de conhecer melhor as empresas que retêm os melhores talentos, visto que a pesquisa é baseada em um questionário respondido por cada funcionário. “Porque, quando se trata de uma excelente empresa para se trabalhar, é claro que os melhores valores querem ir para lá”. Outro fator analisado pelo escritório central do GPTW é o plano de gestão de recursos humanos.


Melhor gestão, maior visibilidade

No Ceará, ao longo destes cinco anos, as empresas têm tido maior preocupação com o ambiente de trabalho oferecido a seus colaboradores e isso se reflete na premiação.
 Apesar de o reconhecimento local ainda ser recente, já é possível analisar a diferença na participação das empresas cearenses nessas listas. Segundo Padilha, quando havia somente a lista nacional, o Ceará aparecia com, no máximo, duas empresas. Atualmente, nesta lista, já figuram 11 companhias cearenses. “Há mais empresas se inscrevendo e melhorando a ponto de se compararem nacionalmente, já entraram 11. E, para a (lista da) América Latina, entraram duas (empresas) do Ceará. Então, você vê que as empresas estão melhorando, tanto que estão sendo comparadas, concorrendo com outros estados e aparecendo em um número maior”, ressalta o coordenador.
 As empresas ganhadoras têm, assim, não apenas uma visibilidade local, mas também nacional e até internacional. “Ela pode usar um selo durante um ano, é como se fosse um selo de qualidade. Ela é ganhadora, fez jus a uma avaliação com critérios internacionais, porque essa pesquisa está em cerca de 50 países, e a empresa no mundo que usa isso é bem avaliada”, destaca Raimundo Padilha. Com o aumento da exposição, não ganham apenas as empresas, mas também a economia do Estado. Somente em 2013, as 50 empresas premiadas faturaram, juntas, mais de R$ 14 bilhões. O crescimento foi de, aproximadamente, 14% em relação ao ano anterior.


QUADRO

Perfil

Empresas Premiadas


27 anos é o tempo médio de existência das empresas
48 das empresas premiadas são nacionais
28 empresas são do setor de Serviços
12 empresas são do setor de Comércio
10 empresas são do setor de Indústria


Diretores de RH das Empresas Premiadas

38 anos é a idade média dos diretores
80% dos diretores de RH são mulheres
42% tornaram-se diretores após fazer carreira na empresa
52% foram contratados para exercer a função de diretor de RH
8 anos foi o tempo médio que levaram para atingir o cargo
5 anos é o tempo médio que levaram para atingir essa função


CEOs das Empresas Premiadas

52 anos é, em média, a idade dos CEOs das empresas premiadas
6% dos CEOs são mulheres
41% desses CEOs são os próprios fundadores das empresas
15% foram contratados para exercer a função de principal executivo da empresa
44% tornaram-se CEOs depois de fazer carreira nas empresas
10 anos é o tempo médio de função de CEOs, exceto os que fundaram a própria empresa
11 anos é o tempo médio que levaram para atingir essa função



Formação superior mais representativa:
Administração - 45%
Economia - 10%
Engenharia - 10%
Direito - 7%
Medicina - 7%
fonte estudo GPTW


QUADRO

Perfil dos funcionários das empresas premiadas


Escolaridade
56% com Ensino Médio completo
15% com Superior completo
10% com Superior incompleto/cursando
7% com Ensino Fundamental ou menos
6% com Pós-graduação completa
4% com Ensino Médio incompleto/cursando
2% com Pós-graduação incompleta/cursando


Faixa Etária

41% entre 26 e 34 anos
30% com 25 anos ou menos
20% entre 35 e 44 anos
8% entre 45 e 54 anos
1% com mais de 55 anos

Distribuição por gênero

TOTAL

59% homens
41% mulheres
GESTORES
59% homens
41% mulheres

fonte estudo GPTW

QUADRO

Resultados nos Negócios das Empresas Premiadas
35,6% taxa média de rotatividade descontada*
13,3% em média, o percentual de demissões a pedido do próprio trabalhador
23,9% taxa média de demissões involuntárias no período
47,4% taxa média de novas contratações do total de funcionários do período
53 candidatos por vaga foi o valor médio de disputa de vagas
40 mil funcionários é o que essas empresas representam juntas com 4% de crescimento em
relação ao ano anterior

* Contando apenas com as demissões involuntárias e as admissões. Cálculo utilizado:

(demitidos + admitidos) / 2 / nº total de funcionários do período

fonte estudo GPTW

Patrocínios

Prefeitura de Fortaleza Câmara Municipal de Fortaleza SESI SENAI SISTEMA FIEC

Apoio

Instituto Fa7

Realização

Organização