[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive] L'Entrecôte de Paris: restaurante de prato único em Fortaleza | O POVO

Circuito Gastronômico

16L'Entrecôte de Paris: restaurante de prato único em Fortaleza

Um célebre modelo francês de restaurantes que servem prato único é apreciado no país de origem há mais de 50 anos e foi trazido para Fortaleza pelo L'Entrecôte de Paris, há seis meses. O estabelecimento fica na rua Maria Tomázia, no coração da Aldeota, e é fiel ao modelo francês, desde a arquitetura ao cardápio, passando pela refinada decoração. Idealizado por Tiago Nobrega, Catarina e Gledston Cavalcante, o espaço é uma das 18 franquias da marca espalhadas pelo País.

No menu da casa, o protagonista é o entrecôte, um nobre corte de contrafilé fatiado, servido com um molho secreto preparado com 21 ingredientes, em três processos de cozimento, durante 36 horas. O acompanhamento fica por conta das batatas parisienses, finas e sequinhas, servidas à vontade aos clientes. De entrada, uma salada de folhas selecionadas com molho de iogurte caseiro e mostarda dijon.

O prato da casa é servido em três opções: executive (R$ 48,60), classic (R$ 59,80) e prime (R$ 67,60). E, de segunda a quarta, durante o almoço, o executive custa R$ 37,60. "Mas a grande chave do negócio é o molho", conta Tiago Nobrega. No mercado de restaurantes com prato único, a grande disputa é para saber quem serve o melhor molho. Por isso, ele é tão secreto. "É o ator principal", pontua.

Nesse modelo de bistrô, cada casa precisa se sobressair de diversas formas. "Já que o cliente não pode escolher o prato, damos o poder de escolha sobre a sobremesa", diz o proprietário. São 18 opções, a maioria de clássicos franceses, como crème brûlée, profiterole, mil-folhas, tarte tatin e la surprise au chocolat.

Outro diferencial fica a cargo da adega de vinhos, com mais de 80 rótulos das mais diversas nacionalidades. A carta de vinhos pode ser visualizadas tanto no papel, como no tablet, onde o cliente pode acessar todos as opções disponibilizadas pela casa, saber de detalhes e da opinião que consumidores de toda parte do País deixam, como em um banco de dados.

Para acompanhar o entrecôte servido na casa, Tiago indica dois rótulos: La Vieille Ferme (R$ 94,80) e Guigal Crozes Hermitage (R$ 329). Apesar destas dicas de vinhos franceses, são os chilenos que mais têm saída, com preços que variam de R$ 80 a R$ 100. Quem preferir levar o próprio vinho de casa, o restaurante cobra uma taxa de R$ 40 sobre a rolha. Cervejas especiais também têm espaço numa adega que conta com cerca de 30 rótulos.

 

Texto: Camila Holanda
Fotos: Mauro Santos

#GastronomiaOPOVO

Circuito Gastronômico abre espaço aos internautas para divulgarem as fotos tiradas de pratos e receitas.
Publique as fotos no instagram com a hashtag #GastronomiaOPOVO

veja mais