Em reconhecimento à importância do segmento imobiliário para a economia cearense, o Grupo de Comunicação O POVO lança o Prêmio O POVO Mercado Imobiliário. A iniciativa é composta por um projeto multiplataforma e visa dar destaque, perante o segmento e a sociedade, às construtoras, incorporadoras e personalidades que mais contribuíram para o setor ao longo de 2016. Além deste canal digital, o projeto conta caderno especial e com solenidade de premiação, realizada na última quinta-feira, 16, no Espaço O POVO de Cultura & Arte.
 
De acordo com Valéria Xavier, executiva de projetos especiais do Grupo de Comunicação O POVO, o setor imobiliário é relevante para toda a sociedade porque, além de contribuir para a economia por conta das vendas, emprega muitos profissionais de toda a cadeia que compõe o segmento. “O prêmio vem para reconhecer quem fez a diferença em uma série de categorias, mas também para que possamos abrir uma agenda positiva em 2017. Queremos realmente dar visibilidade para que a sociedade perceba o segmento como relevante e identifique os destaques”, afirma.
 
Com a ideia de se tornar uma celebração anual, o prêmio O POVO Mercado Imobiliário é uma forma do Grupo O POVO reconhecer os empresários que buscam novas tecnologias e entregam um produto com agilidade, praticidade e qualidade, além de apresentá-los aos leitores. “Nos veio a ideia de valorar quem são esses empresários, prestigiar e dizer o que os levou a estudarem e entregarem à nossa economia e à nossa sociedade um produto tão bom”, afirma Édson Barbosa, diretor- geral de mercado corporativo do Grupo O POVO.
 
As categorias e os critérios
 
Os participantes foram avaliados, ao todo, em seis categorias: Resultado em Vendas (subdividida em Melhor Resultado Geral em Vendas, Segmento Residencial Vertical, Segmento Residencial Horizontal, Segmento Comercial e Segmento Segunda Moradia), Lançamentos, Projeto Arquitetônico, Construção Sustentável, Responsabilidade Social e Destaques (Personalidade do ano no mercado imobiliário do Ceará, Personalidade do ano que mais contribuiu com o segmento e Corretor do ano). De acordo com o caráter quantitativo ou qualitativo da categoria, cada uma delas contou com avaliações específicas.
 
Para avaliar o desempenho das construtoras e incorporadoras em relação a vendas, em cada tipo de empreendimento, e lançamentos, o critério utilizado foi a consolidação de dados feito pelas áreas de inteligência de mercado da Lopes Immobilis e do Grupo O POVO, em parceria. “Para essas duas categorias não houve necessidade de se inscrever. Fizemos a compilação de todas as informações e chegamos ao resultado”, explica Valéria.
 
Além de reconhecer o impacto e a importância da atuação das empresas na economia do Estado, a premiação destaca, ainda, os agentes que mais contribuíram para melhorar o cotidiano da sociedade como um todo. “Nós achamos importante não apenas registrar e reconhecer o resultado financeiro, mas também aspectos que impactam diretamente na vida e no bem-estar da população”, acrescenta. Para isso, foram criadas as categorias Construção Sustentável, Projeto Arquitetônico, Responsabilidade Social e Destaques.
 
Em Projeto Arquitetônico, estão envolvidos tanto a construtora quanto os arquitetos responsáveis pelos projetos. Entidades que lidam diretamente com a área da arquitetura foram convidadas para avaliar esse quesito “não no sentido apenas do projeto arquitetônico do empreendimento, mas como aquele empreendimento se comunica com a Cidade e se integra à vida das pessoas daquela região”, explica Valéria. Para participar nesta categoria, os candidatos puderam inscrever até dois projetos e enviaram planta e imagens dos empreendimentos.
 
Para Construção Sustentável, foi observado como os empreendimentos empregam recursos como água e energia de forma mais econômica e sustentável, contribuindo para a preservação do meio ambiente. Na inscrição, foi necessário enviar as certificações de sustentabilidade concedidas pelos órgãos competentes, caso o empreendimento tenha. Já em Responsabilidade Social foi avaliado como as empresas da construção civil devolvem para a sociedade parte dos seus lucros, em forma de ações e projetos sociais.
 
Por fim, o Prêmio O POVO Mercado Imobiliário contempla também profissionais que se destacaram ao longo de 2016. “Se não fossem as pessoas que trabalham nesse segmento, articulando e se movimentando para que o setor possa crescer, boa parte desse resultado não teria acontecido”, destaca Valéria.
Entenda a escolha dos premiados

Para contabilizar aos resultados nas categorias Resultado em Vendas, com as cinco subdivisões estabelecidas pelo prêmio, e Lançamentos, a área de inteligência de mercado do Grupo de Comunicação O POVO trabalhou em conjunto com a área de inteligência de mercado da Lopes Immobilis. A pluralidade de entidades envolvidas no processo de escolha dos premiados para a primeira edição do Prêmio O POVO Mercado Imobiliário foi intencional. “Nossa ideia sempre foi ter um olhar múltiplo para que pudéssemos contemplar todos os aspectos do segmento”, afirma Valéria Xavier, executiva de projetos especiais do Grupo O POVO.


Os critérios para selecionar os demais premiados não seguiram os mesmos critérios. Para avaliar as categorias Construção Sustentável, Responsabilidade Social e Projeto Arquitetônico, um júri foi composto pelos presidentes do Instituto de Arquitetos do Brasil - Departamento do Ceará (IAB-CE), da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura - Ceará (Asbea-CE), do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Ceará (CAU/CE) e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE) e da Cooperativa da Construção Civil do Estado do Ceará (Coopercon-CE). Já para chegar aos nomes das personalidades que se destacaram ao longo de 2016, Jocélio Leal, editor-executivo do Núcleo de Negócios do Grupo de Comunicação O POVO uniu-se ao IAB-CE, à Asbea-CE e ao CAU/CE. Além disso, o Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci/CE) indicou o corretor do ano.

Projeto Arquitetônico

Projeto Arquitetônico

Um projeto arquitetônico é composto pelo conjunto de desenhos técnicos e documentação relacionada de um empreendimento específico. Há 23 anos no mercado, a Dias de Sousa foi o grande destaque da categoria com o empreendimento o WSTC - Washington Soares Trade Center. Para Patriolino Dias, sócio e diretor da construtora, o reconhecimento do mercado e do setor da construção civil motiva a empresa e a fortalece cada vez mais. "Nossa maior conquista continua sendo contribuir para a qualidade de vida dos nossos clientes, colaboradores e de todos aqueles que apostam e acreditam em nossos projetos. Olhamos para trás e vemos que já fizemos bastante. Porém, há muito ainda a realizar", afirma. Também foi a partir do empreendimento que o Prêmio O POVO Mercado Imobiliário escolheu os arquitetos Luiz Deusdara e Daniel Arruda para serem homenageados.

Construção Sustentável

Construção Sustentável

Consciente da necessidade de incentivar o investimento em construções ecologicamente responsáveis, o Prêmio O POVO Mercado Imobiliário criou uma categoria para reconhecer empreendimentos que investem nesse quesito. O vencedor na categoria Construção Sustentável foi a BSPAR Incorporações, pela realização do empreendimento BS Design Corporate Towers. Com pré-certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design Liderança em Energia e Projeto Ambiental) selo concedido pela Organização Não Governamental (ONG) americana U.S. Green Building Council (USGBC) para atestar construções sustentáveis o BS Design traz uma série de iniciativas que mostram a preocupação com a sustentabilidade desde o período da sua construção.

Responsabilidade Social

Responsabilidade Social

O Prêmio O POVO Mercado Imobiliário, em reconhecimento à importância de tais ações para a coletividade, premia a Construtora Santo Amaro que desenvolveu ações de responsabilidade social por meio de projetos sociais. A primeira colocada na categoria Responsabilidade Social teve destaque por sua participação na obra de cobertura e iluminação de quadra de esportes do Lar Beneficente Clara de Assis, inaugurada em maio de 2016. O Lar de Clara é uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos, que presta assistência a crianças, adolescentes, idosos e gestantes da comunidade de Iparana, em Caucaia. A parceria entre a Construtora e a Instituição já existe há 17 anos, desde a fundação da instituição filantrópica, em 1999, principalmente, no que diz respeito a obras e construções.

Resultado em Vendas

Resultado em Vendas

Com cinco subcategorias, a avaliação sobre Vendas deu-se a partir do desempenho de construtoras e incorporadoras em relação a vendas, tendo como base dados consolidados das áreas de inteligência de mercado da Lopes Immobilis e do Grupo O POVO. Não foi necessária inscrição. Todo o setor foi avaliado. "Essas categorias estão ligadas diretamente ao resultado das empresas e têm a ver com sustentabilidade. Falando em segmento imobiliário, ainda tem o fato de ser uma área que contribui muito para o resultado do PIB [produto Interno Bruto]. As empresas destacaram-se por estarem contribuindo realmente com a economia do Estado", ressalta Valéria Xavier, executiva de projetos especiais do Grupo de Comunicação O POVO. Na subcategoria Ranking Geral, a Construtora Moura Dubeux ficou em primeiro lugar, seguida da Mota Machado e da Diagonal. Já na subcategoria 2ª Moradia, a campeã foi a Diagonal, seguida da Marquise e da Mota Machado. Em Reseidencial Horizontal, tivemos a Simpex/Dasart na primeira colocação, acompanhada da Carneiro de Melo e da Teixeira Oliveira. Já na Residencial Vertical, a Moura Dubeux novamente aparece na primeira colocação seguida da Mota Machado e da BSPAR. Por fim, na subcategoria Comercial, a Dias de Sousa aparece em primeira colocação, seguida da BSPAR e do Grupo JCPM.

Lançamentos

Lançamentos

A categoria Lançamentos do Prêmio O POVO Mercado Imobiliário agraciou três construtoras que tiveram empreendimentos destacados, de acordo com critérios quantitativos analisados pelos setores de inteligência de mercado da Lopes Immobilis e do Jornal O POVO. Os três empreendimentos que alcançaram o maior volume de vendas foram premiados. Em primeiro lugar, a Novaes Engenharia teve Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 80 mil. Na segunda posição, a C. Rolim Engenharia teve VGV de R$ 65 mil. Em seguida, com VGV de R$ 62 mil, a Muza Construtora conquistou a terceira colocação.

Destaque Personalidade do Ano do Mercado Imobiliário do Ceará

Pio Rodrigues, diretor vice-presidente do Grupo C. Rolim

Pio Rodrigues, diretor vice-presidente do Grupo C. Rolim, é o homenageado na categoria Personalidades do Ano - Mercado Imobiliário. Para ele, o prêmio tem uma simbologia especial. “Estamos abrindo as comemorações dos 40 anos da empresa e isso vem se somar ao fato de termos sido eleitos a construtora do ano pela Sinduscon”, afirma. Segundo ele, outro fator torna o prêmio importante: a contemporaneidade com o jornal O POVO e a sua forma de comunicar. “O jornal O POVO tem pautado toda a sua história por uma atitude sempre muito correta, isenta e legítima. Ser escolhido como Personalidade do Ano é um fato marcante e aumenta a nossa responsabilidade perante a sociedade e o mercado cearense”, completa.


Sobre o atual cenário imobiliário do País, Rodrigues compara com uma maratona. “O sujeito para ser empresário no Brasil tem que ser maratonista, não pode ser corredor de 200 metros rasos. Pensando como maratonista, o pior já passou. Subimos uma ladeira íngreme, árdua, mas que o horizonte já mostra um cenário completamente diferente. Temos que economizar energias para finalizar a travessia e seguir esperando dias melhores para o Brasil e para o setor.”

Destaque Personalidade do Ano que mais Contribuiu com o Segmento

O engenheiro civil Eudoro Santana

O engenheiro civil Eudoro Santana é o “pai” do Projeto Fortaleza 2040. “É um projeto de Futuro para Fortaleza e que vai ser um projeto do futuro também para o mercado imobiliário”, ele explica. Segundo o idealizador, a relação se dá porque esse mercado precisa estar presente no planejamento estratégico da Cidade. “Fortaleza tem que ser pensada e construída dentro dessa visão de futuro”, completa.


Para Santana, à medida que se planeja uma cidade mais pacífica, mais justa, acolhedora, tudo é resolvido pela via do projeto urbanístico, uma responsabilidade do mercado imobiliário. E completa: “A cidade pode ser mais concentrada, mais compacta, melhor de se viver, com um mercado mais tangente, do que aquele construído em um planejamento pontual, fragmentado”, conclui.

Destaque Personalidade Corretor do Ano

O corretor Gentil Barreira

Gentil Barreira é o homenageado como Corretor do Ano pelo Prêmio O POVO Mercado Imobiliário. Para o superintendente de avulsos da Lopes Imobillis, o mercado de imóveis de Fortaleza pode ser considerado, hoje, um ponto fora da curva. “Já tivemos, somente nos meses de janeiro e fevereiro, vendas superiores as do ano passado.” De acordo com Barreira, hoje, Fortaleza está melhor do que outros estados no quesito venda de imóveis. “Estamos na frente de outras praças nas quais a Lopes atua. Vejo que o mercado está muito bom. Fortaleza só tende a crescer e, com isso, possivelmente, vamos ter bons resultados [em 2017].”

Barreira ganhou o troféu Colibri de Ouro, dado pelo Sindimóveis, como corretor do ano em 2016. Para ele, receber essa homenagem é mais um reconhecimento. “Acho que se não trabalharmos de uma maneira correta, buscando atender com o máximo de excelência, acabamos não ficando no mercado. Você acaba se diferenciando dos outros profissionais quando presta um bom serviço.”

Ivan Martins

Ivan Martins, precursor dos shoppings na Aldeota

Cedo demais, Ivan Martins faleceu em fevereiro deste ano, aos 62 anos. Em seu legado, estão obras como os shoppings Avenida, Aldeota e Pátio Dom Luís, em Fortaleza; e Cariri, em Juazeiro do Norte. Reconhecidamente um visionário, além desses trabalhos, estão no portfólio do empreendedor as obras do conjunto habitacional Cidade Jardim, no José Walter, voltado para pessoas de baixa renda do programa Minha Casa, Minha Vida.

Na lembrança de amigos e colegas de trabalho, Martins deixou a marca do grande empresário, mas também do homem que se preocupava com o bem-estar de todos ao seu redor. “O Ivan é o precursor dos shoppings na Aldeota e o maior construtor de shoppings desse bairro, fez o shopping Avenida, fez o Aldeota e fez o Pátio Dom Luís, tudo isso veio da cabeça dele, ele era o cara que tinha essa visão. Sem contar a inteligência”, declara Ricardo Bezerra, sócio-diretor executivo da Lopes Immobilis, que participou da escolha de Ivan Martins para receber homenagem in memoriam no Prêmio O POVO Mercado Imobiliário.

Na visão de sua filha, Lina Martins, Ivan Martins era, antes de tudo, um bom homem. “Ele era uma pessoa que estava sempre preocupada com os outros, os amigos, familiares, o bem-estar de todo mundo, às vezes muito mais do que com o dele mesmo”, relembra.
Filho de Fran Martins, jurista e professor de Direito, e da escritora Lúcia Fernandes Martins, Ivan tinha três irmãos - Taís Helena, Vânia Lúcia e Paulo Henrique - e, de acordo com Lina, sempre foi muito unido à família. “Ele era muito presente, muito ligado aos pais, fez um trabalho muito grande para manter viva a memória de seus trabalhos”, afirma a filha, explicando que o empresário digitalizou o acervo de livros escritos por seus pais. 

Coopercon

Coopercon comemora 20 anos de atuação no mercado

Com um olhar no presente e visando o futuro do mercado imobiliário no Estado, a Cooperativa da Construção Civil do Ceará (Coopercon-CE) vem se renovando quando a assunto é tecnologia. A associação, criada em 1997 pelo engenheiro João Carlos Soares de Lima, nasceu de um projeto ousado e com perspectivas de futuro. A cooperativa vem trazendo grandes avanços e desenvolvimento para o mercado da Construção Civil no Ceará. Por isso, o Prêmio O POVO Mercado Imobiliário traz homenagem especial à instituição.

Mesmo com a crise financeira que o País passa, a cooperativa não tem medo de arriscar em parceiras ousadas que impulsionam o setor de edificações no Estado. “Manter a união entre os cooperados para a realização de negócios comuns, ser um grande agente regulador de mercado como um todo, seja através dos grupos de negociação, importação de produtos ou de unidades”, afirmou João Carlos, hoje de volta à presidência da Coopercon.

No ano em que comemora 20 anos de atuação no mercado, a Coopercon está presente em mais de oito estados do País e é referencia como modelo de gestão e hoje tem mais de 200 obras ativas, sendo considerado o maior Grupo de Construção Civil do Brasil. “Não é só preço, quando o comercial da nossa empresa se envolve em alguma situação para o cooperado, o fornecedor sabe que não está tratando somente com uma empresa, mas com as principais do Ceará e que pode prejudicar sua ação de mercado se não fizer um bom atendimento”, contou.

Galeria de Fotos

Patrocínio

Prêmio Mercado Imobiliário

Versão digital do Prêmio Mercado Imobiliário 2017