Editorial: Bem-vinda, folga!

Por Mariana Lazari

A Cidade intensifica a combinação entre trânsito menos conturbado e espaços de lazer movimentados: é tempo de férias em Fortaleza! Com a folga escolar — e de trabalho, para muita gente —, os dias chamam para a descoberta de novos cenários, sabores, texturas e histórias da Cidade. Ou para o encontro com aquela paisagem que, no cotidiano, é sempre vista com pressa.

Por isso, O POVO preparou este guia que, mais do que uma compilação de roteiro, é um convite: vamos aproveitar o que a Cidade tem de bom nestes dias de julho?

A pedido da reportagem, o turismólogo Gerson Linhares indica um roteiro de encontros com a história que existe no Centro da Cidade. O bairro reúne importantes construções cearenses que, muitas vezes, ficam escondidas atrás de falta de cuidado e esquecidas na rotina.

Este especial traz ainda programação que é oportunidade de lazer e conhecimento para toda a família e dá dicas para que o tempo livre seja só de diversão. Assim, vai dar para explorar a natureza da Cidade, visitar exposições, ver espetáculos, conhecer histórias... É um mês todinho de oportunidades! Quem sabe não dê para, quando agosto chegar, escolher levar para a rotina o hábito de turistar em Fortaleza?! Boas férias!

Centro. É tempo de revisitar Fortaleza

(Foto: Fábio Lima)

Caminhar pelas ruas do Centro de Fortaleza é traçar um percurso que se dá lado a lado com o passado. É nas 32 praças do primeiro bairro a se formar na Capital que a gente se encontra para concretizar uma Fortaleza dos causos, das conquistas, da libertação, das gaiatices, da história. No período das férias escolares, muitos moradores da Cidade têm um mês inteiro para (re)contar e (re)viver um ou vários Centros presentes, principalmente, nas praças e ao redor delas.

O educador e turismólogo Gerson Linhares, nos guiou nesta “descoberta”. E logo avisou: o bairro tem tantas possibilidades e histórias que são vários os roteiros possíveis a se descobrirem. A começar pela praça Coração de Jesus. No centro dela, a igreja construída em 1886 pelo Barão de Aratanha e transformada em santuário em 1990 guarda uma curiosidade: toda a Via Sacra é obra do pintor e escultor de Limoeiro do Norte Márcio Mendonça — o mesmo que desenhou a Via-Crúcis de Jesus na Igreja Matriz de Guaramiranga.

Dali, é possível seguir a pé até a praça José de Alencar, onde o centenário Theatro José de Alencar (TJA) repousa oponente. Percorrer os corredores e coxias do palco mais importante da Cidade é uma volta no tempo. “Aqui tem a lenda da bailarina fantasma. Várias pessoas dizem escutar pisadas de sapatilha no tablado do palco. Chegam lá e não tem ninguém”, revela o guia cultural do TJA, David Silva.

O passeio continua e chega a um dos mais importantes logradouros da Cidade: a Praça do Ferreira. A Coluna da Hora e a fonte que ainda jorra água são contornadas por prédios importantes. No primeiro arranha-céu de Fortaleza — de impressionantes sete andares —, o Excelsior Hotel, se hospedaram os presidentes Juscelino Kubitschek e Getúlio Vargas, além do diretor estadunidense Orson Wells, que veio ao Ceará em 1942 para as filmagens do documentário nunca acabado: It’s all true (É tudo verdade, em tradução livre). Hoje, no prédio funcionam uma construtora e uma imobiliária.

O passeio termina ali perto, na praça General Tibúrcio — a dos Leões. Visitamos a igreja ainda erguida mais antiga da Capital: a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, ao lado do prédio do Museu do Ceará e da Academia Cearense de Letras. O templo, no qual está enterrado o major Facundo, foi Catedral por 40 anos ininterruptos até a conclusão da atual Catedral Metropolitana de Fortaleza, avistada nas proximidades.

Nas próximas páginas, o percurso se transforma em convite visual. É um guia para, a pé, encontrar as nossas histórias que o Centro guarda. É um das muitas possibilidades disponíveis para se reviver a região. Desejamos um bom passeio.

Dicas

Espigões

Felipe Brasileiro, 31, educador físico, e Camila Brasil, 27, assistente social

O passeio que o casal mais gosta de fazer nas férias é bem simples e de graça: contemplar o pôr do sol em um dos espigões da avenida Beira Mar — para namorar e observar o entardecer. “É um momento em que podemos nos silenciar e tranquilizar diante da rotina que é sempre muito acelerada”, diz Felipe. Uma dica que ele dá é em relação à segurança: “agora o local está mais seguro, com policiamento perto, mas é prudente não demorar muito depois do pôr do sol”, sugere.

Beira Mar

Luan Damasceno, 37, ator, humorista e professor de teatro

A avenida Beira Mar é, na opinião do humorista Luan Damasceno, 37, o melhor lugar em Fortaleza pra passear, encontrar pessoas. “Também dá pra tirar fotos, comprar artigos da terra e adquirir bons produtos”, lembra. A dica dele é ir vestido prezando pelo conforto: short, blusa e chinelo ou sandália. “Bem à vontade até porque a casa é nossa”, diz.

Festas

Adams Pinto, 37, servidor público e ilustrador

Por ser muito caseiro, Adams procura qualidade nos passeios que faz por Fortaleza. Ele indica dois bares e boates na Cidade: o Amici's Bar e o Órbita, ambos na Praia de Iracema, perto do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. “São dois públicos diferentes. Um é mais rock/pop e o outro é mais samba e regional. Nos dois, tem gente jovem querendo beber e conhecer pessoas”, comenta.

Parque do Cocó

Íris Bonfim, 38, psicóloga, e a filha Isadora, 10

No fim de semana, a mãe aproveita o tempo com as filhas Isadora e Hanna, 3. Mesmo com o cansaço acumulado, não falta disposição para levar as meninas para o passeio que mais gostam: andar pelas trilhas do Parque do Cocó. “Elas não gostam só de caminhar, mas de tudo: da biodança, andar de bicicleta, pular cordas”, conta a mãe. A dica da psicóloga para fazer a trilha com segurança é usar roupas leves, tênis, bastante protetor solar e repelente.

Lugares para aproveitar julho

Ipark
O que: Parque de aventuras, com tirolesa, caiaque, wakeboard, entre outros. Há também passeios de charrete, pedalinho no lago e trilhas ecológicas
Onde: Estrada da Ypióca, S/N, Maracanaú
Horário: das 10 às 17 horas
Ingressos: R$ 32 (inteira) e R$ 16 (meia)
Informações: 3341 0407

Museu da Indústria
O que: Exposição História da Industrialização do Ceará, na qual é possível encontrar uma máquina de costurar couro, uma peça de engrenagem de moinho e uma balança de algodão do século XIX. Também estão expostos móveis e equipamentos utilizados pela indústria gráfica, como: uma impressora Linotipo e um armário guarda tipos
Onde: rua Doutor João Moreira, 143 – Centro
Horário: de terça a sexta, das 9 às 18 horas; aos sábados, das 9 às 17 horas; e aos domingos, das 9 às 13 horas.
Informações: 3201 3901

Trilha do Parque do Cocó
O que: A trilha pode ser feita a pé ou de bicicleta. Aos domingos, a programação do Viva o Parque inclui aulas de dança, massagem, arvorismo. Aos domingos, das 7 às 12 horas, há aulas de aeróbica, ioga, biodança, tai chi chuan, dança de salão, capoeira, slackline. Ocorrem ainda apresentações culturais, jogos coletivos (corrida de saco, carimba e bandeirinhas), aulas de circo, pintura facial, contação de histórias, teatro de bonecos, teatro de rua, malabares, brincadeiras tradicionais de pipa, bola de gude, elástico e ciranda
Horário: diariamente, das 5h45min às 17h45min. Programação do Viva o Parque aos domingos
Onde: Entrada pela avenida Sebastião de Abreu ou pelo Anfiteatro, na avenida Padre Antônio Tomás

Lago Jacarey
O que: Restaurantes, feirinha de artesanato, quiosques e lanchonetes
Horário: A partir das 18 horas
Onde: avenida Viena Weyne, na Cidade dos Funcionários

Passeio Público
O nome oficial é Praça dos Mártires. O espaço de convivência já foi um dos mais tradicionais de Fortaleza. Projetado em 1891 pelo primeiro urbanista da Capital, Silva Paulet. Hoje, funciona um restaurante no local que, aos domingos, serve feijoada e tem música ao vivo


Programação do Café Passeio
Mateus Farias e convidados, no dia 1/7; Trio Mistura Brasileira, no dia 2/7; Samuel Rocha e convidados, no dia 8/7; Macaúba e Tarcísio Sardinha, no dia 9/7; Giltácio Santos e convidados, no dia 15/7; Trio Caixa de Som, no dia
16/7; Macaúba e Tarcísio Sardinha, no dia 22/7; Rebeca Câmara e Natanael Pereira, no dia 23/7; Samuel Rocha e convidados, no dia 29/7; Trio Mistura Brasileira, no dia 30/7
Onde: Passeio Público, na rua Dr. João Moreira
Quando: sábados e domingos de julho, às 12h30min

Parque Del Sol
O que: Espaço com praças, pista para andar de bicicleta, parquinho infantil e academia ao ar livre
Onde: rua Mauro Freire, Cidade dos Funcionários.

Parque Botânico de Caucaia
Também dispõe da programação do Viva o Parque aos domingos, das 7 às 12 horas. São seis quilômetros de trilhas, com uma vasta diversidade de fauna e flora.
Onde: Estrada José Aragão e Albuquerque, s/n - Itambé, Caucaia
Agendamento de visitas pelo telefone 3368 9452
Entrada gratuita
Seu Rei Mandou
O que: O espetáculo infantil trata do universo fabuloso dos reis, através de releituras cômicas e poéticas, ora críticas, mas sempre lúdicas. Recupera o imaginário dos contos populares
Quando: 1 e 2 de julho, às 16 e às 18 horas
Ingresso: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Vendas do ingresso duas horas antes de cada espetáculo
Informações: 3453 2770

O auto do Rei Leal
O que: Espetáculo do coletivo Rei Leal baseado no texto de Shakespeare Rei Lear, a peça foi adaptada à realidade nordestina, contada na linguagem de cordel pelo poeta José Mapurunga
Onde: Espaço Rogaciano Leite Filho, do Centro Dragão do Mar
Quando: Aos domingos de julho, às 19 horas

Show em cinco minutos
O que: O espetáculo da Cia. Dale Circo, de Santa Catarina, mostra um personagem de poucas palavras e indiscreto que chega até o público de forma direta convidando-os para a ação
Onde: Praça do Ferreira
Quando: dia 11, às 17 horas.
Gratuito

La Conquista
O que: Espetáculo da Cia Dale Circo, de Santa Catarina, que traz um casal de palhaços com repertório repleto de habilidades circenses
Local: Cuca Jangurussu (avenida Governador Leonel Brizola, s/n - Jangurussu) - dia 15, às 19 horas
Local: Cuca Mondubim (rua Santa Marlúcia, s/n - Mondubim) - dia 22, às 19 horas
Local: Cuca Barra (avenida Presidente Castelo Branco, 6417 - Barra do Ceará) - dia 29, às 19 horas

 

Espetáculos Eu, Fêmea e Maré
O que: O Coletivo Independente Dependente de Artistas apresenta os dois espetáculos. Ele surge e se concretiza como um núcleo artístico que carrega para si o conceito Corpos Diferenciados e lida com a obra de arte a partir das singularidades de cada indivíduo
Quando: dias 6 e 7, às 18 horas
Onde: Centro Cultural Banco do Nordeste (rua Conde d’Eu, 560 - Centro)
Gratuito


Entra na Roda
O que: Espetáculo do Grupo Comedores de Abacaxi, em que quatro velhos amigos retomam canções e brincadeiras populares de antigamente em meio a implicâncias e pirraças.
Onde: Teatro Sesc Emiliano Queiroz, na avenida Duque de Caxias, 1701, Centro
Quando: dias 1, 2, 8, 9, 22, 23, 29 e 30 de junho, às 17 horas
Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)

Suspiros e Burbujas
O que: O espectáculo provoca um encantamento no público, que encontra a magia do palhaço, da palhaça e de gigantes bolhas de sabão. A técnica da acrobacia e dos malabares usada pelos artistas se une à música do acordeom, da escaleta e das buzinas, que embalam a apresentação
Onde: na área de convivência da Unidade Fortaleza do Sesc, na rua Clarindo de Queiroz, 1740
Quando: 18 de julho, às 12h30min
Gratuito

Diversão e encanto: é férias no castelo!
O que: O convite é realizar diferentes atividades para se divertir: dança, construção de brinquedos, atividades de pintura, colagem e modelagem, gincanas e oficinas
Onde: Espaço Mais Infância, na avenida Santos Dumont, 1589
Quando: às terças de julho, sessões às 17, 18 e 19 horas.
Às quintas, sessões às 14, 15 e 16 horas.
Gratuito

Festa Retrô: Nossa velha infância
O que: Festa temática para crianças entre 3 a 6 anos, das décadas de 1970 e 1980. Meninos e meninas terão a oportunidade de conhecer brinquedos, brincadeiras, programas musicais, roupas, personagens, filmes, danças, músicas e costumes comuns das décadas
Quando: Dias 27 e 28, às 17h30min
Onde: Espaço Mais Infância, na avenida Santos Dumont, 1589.
Gratuito

Circo do K’Os – Os Clássicos da Palhaçaria
O que: O espetáculo apresenta reprises clássicas com três palhaços que só se metem em enrascada. Pinguelão, Pipiu e Tramela aprontam uma atrás da outra
Quando: 1 e 2 de julho, às 18 horas
Onde: rua João Cordeiro, 3226, Joaquim Távora
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Compras antecipadas no local por por R$ 5


Exposição Leonilson: arquivo e memória vivos
O que: Com cerca de 120 obras do artista cearense José Leonilson Bezerra Dias, a exposição inclui também obras inéditas
Onde: Espaço Cultural Unifor – anexo, na avenida Washington Soares, 1321, Edson Queiroz.
Quando: Até 9 de julho
Horário: Das 10 às 20 horas, de terça a sexta-feira. E das 10 às 18 horas aos sábados e domingos.
Entrada gratuita


XIX Festival Eleazar de Carvalho
O que: Abertura do Festival Eleazar de Carvalho, com o concerto da Orquestra Eleazar de Carvalho. São 21 dias de apresentações
Quando: 2 de julho, às 18h30min
Onde: Teatro Celina Queiroz, na avenida Washington Soares, 1321, Edson Queiroz

Tributo ao Rock Nacional com a Orquestra de
Câmara Villa-Lobos

O que: Em comemoração ao festival organizado por Bob Geldof e Midge Ure, para arrecadar fundos no combate à fome na Etiópia, a Orquestra de Câmara Heitor Villa-Lobos, sob a regência do maestro Leonardo Sidney, interpreta grandes sucessos do rock nacional.
Quando: 13 de junho, às 19 horas.
Onde: Palco principal do Theatro José de Alencar, na rua Liberato Barroso, 525, Centro.
Ingresso: um quilo de alimento não perecível
Classificação Indicativa: Livre

Pôr do Som – Música de Câmara no Dragão
O que: Programa semanal do Centro Dragão do Mar, o Pôr do Som traz grupo de instrumentistas das Orquestras Sinfônicas da Universidade Estadual do Ceará e da Universidade Federal do Ceará, que, em formações diversas, mostram repertório variado de vários compositores cearenses, brasileiros e de outras nacionalidades
Onde: Arena do Dragão do Mar, na rua Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema.
Quando: aos sábados, às 17 horas.
Entrada gratuita


1ª Colônia de Férias Digital
O que: Programação voltada para a galera que curte games, quadrinhos e jogos digitais com mostras de animação, oficinas, exposições e brincadeiras
Onde: Casa da Cultura Digital, na rua dos Pacajus, Praia de Iracema
Quando: De 1º a 7 de julho
Inscrições: https://goo.gl/1DkuFT
Programação:
1º/7 - das 9 às 16 horas - TAC Origens - Mostra de games, quadrinhos e animação
2/7 - das 14 às 18 horas - Hora Certa - Encontro de grupos de gamers de Fortaleza com campeonato e mostra
3 /7- A partir das 11 horas - Palestra Internet das Coisas
3, 4, 6 e 7/7 - das 13 às 14h30min - Minicurso: Criação de Games com Scratch (12 anos)
5/7 - das 13 às 14h30min - Oficina de Criação de App (12 anos)
5 e 6/7 - das 14h30min às 16 horas Workshop – Desvendando a Arte do Desenho
5 e 7/7 - das 11 às 12 horas - Oficina de Youtuber (12 anos)
7/7 - A partir das 14h30min - Palestra Internet das Coisas 

Galeria

Veja no O POVO Digital

Versão digital do O POVO - Férias Especial