Já imaginou saber como estará sua pele em alguns anos?

Através da análise de DNA, teste mostra predisposições na pele de pacientes

  • Comente agora

 

Na busca pela manutenção de uma pele saudável e jovem, já foram produzidos cremes de todos os tipos e qualidades. Porém, muitas vezes eles são pouco eficazes, por não conseguirem combater as verdadeiras causas do envelhecimento. A boa notícia é que agora é possível avaliar pontos fortes e fracos de sua pele através de um teste de DNA.

De acordo com o dermatologista Bruno Vargas, da Clínica Inovatto, trata-se do teste DNA Skin, que utiliza informações do genoma - através de uma amostra bucal - para analisar as predisposições. “Depois da coleta, a saúde da pele é identificada através de cinco áreas: firmeza e elasticidade; rugas; danos por exposição ao sol e pigmentação; dano por radicais livres; e sensibilidade e inflamação”, explica.

Através dos resultados, é possível dizer quais sinais visíveis e invisíveis vão surgir ao longo do tempo e assim indicar produtos orais e tópicos que cuidem das deficiências apresentadas. “Esse é um grande avanço na dermatologia, pois cientes das predisposições dos pacientes, podemos criar toda uma rotina de cuidados preventivos, a fim de evitar danos que aquela pele está susceptível”, conta o dermatologista.

O teste DNA Skin já está disponível, em Belo Horizonte, na Clínica Inovatto.

0 comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor: