Blogueira vence a queda de cabelos e ajuda milhares de mulheres que sofrem do mesmo problema

Após recuperar a saúde dos fios, Julia Doorman criou o canal Cabelos de Rainha e se tornou a maior youtuber brasileira a falar sobre o tema

  • Comente agora

<figcaption>A rainha do cabelo, Julia Doorman (Foto: Divulgação)</figcaption>
A rainha do cabelo, Julia Doorman (Foto: Divulgação)
 

Julia Doorman é hoje uma das maiores produtoras de conteúdo sobre cabelos no Youtube. Em seu canal, a jovem de 28 anos soma cerca de mil minutos de conteúdo sobre as melhores formas de cuidar da saúde capilar. No entanto, poucos sabem que sua história começou a partir de uma dificuldade que poderia ter se tornado um problema grave. Quando produzia conteúdo sobre maquiagem, Julia Doorman sofria de queda de cabelo. “No começo, eu não me importava muito, porque sempre tive bastante cabelo, mas chegou um momento em que eu tive que ir ao médico, e só então descobri que o motivo da queda era anemia”, conta Julia.

O princípio da história da youtuber já serve de alerta a muitas mulheres que também sofrem com a queda de cabelo. Achando que era apenas por motivos de estresse, como muitos acreditam ser, Julia não foi ao médico e optou por utilizar um produto que algumas pessoas indicaram, mas sem fazer pesquisa. “A queda de cabelos acabou ficando ainda mais acentuada: eu passava a mão e saíam muitos fios, e por onde eu passava ficavam vários deles espalhados pelo chão”, relata. Após realizar os devidos exames médicos, Julia descobriu que o problema era causado por anemia, e começou a fazer o tratamento indicado pelo médico. “Tenho uma predisposição genética a deficiência de ferro e, mesmo tenho uma alimentação balanceada, ainda tinha carência deste mineral”.

Aprender e compartilhar

Desde que começou a compartilhar o conhecimento que adquiria sobre os cabelos, Julia percebeu a força das informações nas redes sociais. “Comecei a pesquisar muito sobre como eu poderia deixar os meus cabelos mais saudáveis, sempre conversando com especialistas, e ao compartilhar na internet, percebi que muitas outras mulheres tinham o mesmo problema e se interessavam pelo assunto”, destaca a jovem. “Compartilhava as orientações dos especialistas, as receitinhas que encontrava para hidratação e nutrição, outras informações sobre os produtos que podem ser usados”.

A criação do site Cabelos de Rainha, bem como de seu canal no Youtube, foi apenas consequência. “Muito mais que tratar de queda dos cabelos, hoje falo sobre tudo o que está relacionado à saúde e beleza dos fios, e cada vez mais vejo mulheres interessadas e preocupadas em ter cabelos mais bonitos”.

Produtos naturais

Sem descartar o uso de produtos, como máscaras e cremes, Julia Doorman é reconhecida por dar receitas com produtos naturais e de baixo custo. Mel, abacate e óleo de coco são apenas alguns exemplos do que pode ser feito para melhorar o brilho e maciez dos fios. “Sempre pesquiso muito antes de indicar qualquer produto, mas o mais importante é compreender que os fios são formados basicamente por queratina, e que portanto podem receber a aplicação de produtos ricos em vitaminas e minerais, enquanto o couro cabeludo exige um pouco mais de cuidado, já que o contato de qualquer produto com ele pode influenciar na pele ou até entrar na corrente sanguínea”, conta.

Além das receitas práticas e muitas vezes inusitadas, Julia Doorman conquista cada vez mais seu público com a qualidade de seus vídeos e a dedicação às seguidoras, já que procura interagir com todas elas, respondendo a dúvidas e perguntas. “É muito difícil responder a todas, porque são muitos comentários, mas procuro esclarecer todas as dúvidas que surgem”, explica. Além dos vídeos, Julia também já lançou o e-book “Cabelos Ressecados e Danificados Nunca Mais”, e o Cronograma Capilar, planejamento que auxilia na melhora da saúde dos cabelos em um passo-a-passo de 30 dias. E os números não mentem: já são 170 mil inscritos no seu canal, que cresce a cada dia.

0 comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor: